Decreto da Penitenciaria Apostólica sobre as indulgências plenárias para os fiéis defuntos

Por meio de um decreto de 27 de Outubro de 2021, a Penitenciaria Apostólica decidiu alargar a todo o mês de Novembro, especialmente consagrado às almas do Purgatório, as indulgências plenárias unicamente aplicáveis aos fiéis defuntos. Segue-se a tradução efectuada pelo portal Dies Iræ.     

+

DECRETO


A Penitenciaria Apostólica, ouvidas as várias súplicas recentemente recebidas de vários Sagrados Pastores da Igreja, devido ao persistente estado de pandemia, confirma e estende por todo o mês de Novembro de 2021 todos os benefícios espirituais já concedidos, a 22 de Outubro de 2020, através o Decreto Prot. N. 791/20/I, com o qual, devido à pandemia de “COVID-19”, as Indulgências plenárias para os fiéis defuntos foram prorrogadas por todo o mês de Novembro de 2020.          

Da renovada generosidade da Igreja, os fiéis atingirão, certamente, piedosos propósitos e vigor espiritual para orientar a própria vida segundo a lei evangélica, em filial comunhão e devoção para com o Sumo Pontífice, fundamento visível e Pastor da Igreja Católica.      

O presente Decreto é válido para todo o mês de Novembro. Não obstante qualquer disposição contrária.      

Dado em Roma, na sede da Penitenciaria Apostólica, a 27 de Outubro de 2021. 

Mauro Card. Piacenza          
Penitenciário-Mor

Mons. Krzysztof Nykiel        
Regente         

Enviar um comentário

0 Comentários