«O sinédrio bergogliano é claramente orgânico ao plano do Great Reset», denuncia Viganò

A iniciativa “The Viganò Tapes” consiste em dezoito pequenos vídeos que se traduzem em outras tantas perguntas dirigidas ao Arcebispo Carlo Maria Viganò, antigo Núncio Apostólico em Washington, sobre a situação actual da Igreja e do mundo. O portal Dies Iræ disponibiliza, em língua portuguesa, o texto da segunda pergunta-resposta.

+

2. Como se pode explicar esta aliança entre Estado e Igreja no apoio à narrativa pandémica e na promoção das vacinas?  

A aliança não é entre Estado e Igreja, mas entre deep state e deep church, ou seja, entre os componentes degenerados de um e da outra.       

O Estado tem por finalidade o bonum commune, no respeito pela lei natural e pela lei divina e positiva; a Igreja tem como finalidade a salus animarum, respeitando o ensinamento imutável de Cristo. É claro que os governantes que expõem a população a uma experimentação sem bases científicas, mesmo diante das evidências da ineficácia da vacina e dos danos que causa a quem a recebeu, não procuram o bem comum. E é igualmente claro que a Hierarquia eclesiástica, na medida em que se presta a apoiar este massacre planeado a nível mundial, é cúmplice de um crime contra a humanidade e ainda mais de um gravíssimo pecado contra Deus. O sinédrio bergogliano é claramente orgânico ao plano do Great Reset: por um lado, porque persegue objectivos que nada têm que ver com as finalidades da Igreja Católica; por outro lado, porque espera que a sua cumplicidade possa trazer-lhe alguma vantagem política e económica em vista das novas estruturas.       

Essa criminosa cumplicidade está à vista de todos e é ainda comprovada pela obsessiva campanha de vacinação de Bergoglio, que, por meio de chantagem moral, quer impor a todos a inoculação do soro génico experimental. Nos últimos dias, chegou a envolver cardeais e bispos, do Norte ao Sul do continente americano, como testemunhos desta vergonhosa propaganda, entre eles o Arcebispo de Los Angeles e Presidente da USCCB, Mons. Gómez.          

Eles também carregam a grave responsabilidade por um crime contra a humanidade. Essa escandalosa escravidão dos Prelados à infernal agenda globalista só é superada pelos recentes discursos heréticos do próprio Bergoglio.     

O vídeo do segundo episódio encontra-se disponível aqui.                     

Enviar um comentário

0 Comentários