Francisco ordena uma visita à Congregação para o Clero

O Papa Francisco ordenou uma visita à Congregação para o Clero, escolhendo para o efeito o Bispo de Mondovì (Itália), Mons. Egidio Miragoli. Foi o próprio bispo italiano quem anunciou, por meio de uma carta, a visita aos sacerdotes da sua diocese. O dicastério é presidido pelo Cardeal Beniamino Stella.       

Numa carta dirigida aos sacerdotes diocesanos, de que deram eco vários meios de comunicação italianos, como os jornais La Stampa e L’Unione Monregalese, e o meio de comunicação oficial dos bispos italianos, SIR, Mons. Egidio Miragoli explicou que lhe foi pedido o trabalho.       

Mons. Miragoli, doutor em Direito Canónico pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma, explica, numa carta a todos os sacerdotes da sua diocese, que foi abordado pelo Papa Francisco, que queria «pedir-me um favor», durante a recente assembleia plenária dos bispos italianos no final do mês passado.     

O Papa pediu-lhe «que fizesse uma visita, em seu nome, à Congregação para o Clero». No dia 3 de Junho, os dois tiveram um encontro privado na residência do Papa, na casa de hóspedes de Santa Marta, no Vaticano, onde o Papa, assegura o prelado, «me explicou melhor as suas expectativas».    

«Nem é preciso dizer que o pedido me apanhou de surpresa e, claro, demonstrei a minha disponibilidade», disse Miragoli, explicando que se começará a reunir com cada um dos membros da equipa na quarta-feira, 9 de Junho, e que a visita provavelmente ocupará todo o mês de Junho, «embora não será diária». O bispo garante aos seus sacerdotes que os compromissos que já constam do seu calendário, incluindo as datas para administrar o sacramento da Confirmação, não se modificarão.   

«Quanto ao resto, peço-vos um pouco de paciência e compreensão, com a certeza de que poderemos harmonizar as necessidades comuns e continuar o nosso caminho conforme estava previsto», disse.    

A medida ocorre depois o Papa Francisco ter ordenado, no início deste ano, outra revisão semelhante da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, após a resignação, no final de Fevereiro, do ex-Prefeito do dicastério, o cardeal guineense Robert Sarah.

Através de InfoCatólica              

Enviar um comentário

1 Comentários

  1. "A medida ocorre depois o papa Francisco, bergolio, ter ordenado, no início deste ano, outra revisão semelhante da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, após a resignação, no final de Fevereiro, do ex-Prefeito do dicastério, o cardeal guineense Robert Sarah"

    Porquê é que será???....

    O dicastério é presidido pelo Cardeal Beniamino Stella, no fim das duas uma, a pressão vai ser para que o Cardeal Benjamino Stella, renúncie pela sua própria mão.

    Para colocar um Cardeal que aceite as mudanças em curso, isto já é um prenúncio, do que o "Cardeal Marx" está a fazer, pela calada.....

    Isto é maldade pura e dura.......

    eu fico estarrecida, como os outros Cardeais, Bispos, Sacerdotes, Religiosos, não se movimentam, para por um fim nestes sujeitos, que estão a mudar a Santa Igreja por dentro e por fora.

    Eu sou apenas uma leiga, não tenho nenhumas condições de "luta", sou apenas um peão., mas bolas o que é que se passa, que não vejo os responsáveis, que tem outras condições de dizer, BASTA.

    Nossa Senhora adverte, Ai, dos que deviam falar e não falam, deviam agir e não o fazem, estão à espera do quê.

    De tudo cair por terra, de tudo ter sido espezinhado, depois chorar, depois do leite derramado....

    A sério....

    Paz e bem



    ResponderEliminar

«Tudo me é permitido, mas nem tudo é conveniente» (cf. 1Cor 6, 12).
Para esclarecimentos e comentários privados, queira escrever-nos para: info@diesirae.pt.