Está a nascer um novo mosteiro beneditino tradicional entre a Espanha e a França

Está a nascer um novo mosteiro beneditino entre a Espanha e a França. Trata-se da Abadia de Donezan, que fica a menos de uma hora da fronteira franco-espanhola nas proximidades de Puigcerdà, nos Pirenéus. Ali se instalou, em 2007, uma comunidade de vinte monges beneditinos da Congregação de Solesmes, procedente da Abadia de Fontgombault, numa área localizada a 1.350 metros de altitude.

Depois de começar a fundação numa casa precária, a comunidade instalou-se num mosteiro provisório de madeira aguardando a construção da abadia. Também desde o início tiveram a companhia de vacas, com cujo leite os monges fazem o clássico queijo pirenaico “tomme”, com a venda do qual asseguram a subsistência da comunidade. A esta actividade de pecuária e elaboração de queijos juntaram-se outras actividades: confecção de compotas, de pão de gengibre, estofamento de cadeiras e encadernação. A alimentação diária dos monges nutre-se de produtos de uma horta, um apiário e, inclusive, uma pequena vinha. Mas o centro da vida desta comunidade é o serviço ao Senhor através do ofício litúrgico em latim e gregoriano, segundo a Regra de São Bento, que culmina com a celebração da Santa Missa tradicional.

A construção da abadia está prevista em três fases: a primeira fase corresponde à construção da igreja; a segunda fase compreende os dois edifícios (Oeste e Sul) onde ficarão o refeitório, a enfermaria, a hospedaria, o dormitório dos monges, a cozinha, a padaria e a lavandaria. Finalmente, a terceira fase permitirá fechar o claustro com as duas alas que compreendem a sacristia, o capítulo, as celas e a biblioteca.

Actualmente, a construção da igreja está muito avançada e a cobertura, em ardósia, deverá ser instalada durante este ano de 2021. Depois da conclusão da igreja, prevê-se iniciar a segunda fase em 2022. A comunidade poderá, então, deixar as construções provisórias de madeira e transferir-se para a abadia definitiva. Para se conhecer mais sobre a nova abadia, sugere-se a consulta da página oficial.

Adaptado de InfoVaticana

Enviar um comentário

1 Comentários

  1. ❤️❤️❤️
    «Crescem nas asperezas do caminho
    Pequenas flores brancas de esperança;
    Não podem os espinhos afogá-las,
    Pois foi o amor quem as chamou à vida»

    ResponderEliminar

«Tudo me é permitido, mas nem tudo é conveniente» (cf. 1Cor 6, 12).
Para esclarecimentos e comentários privados, queira escrever-nos para: info@diesirae.pt.