Novo bispo da Suíça dá a Comunhão a três protestantes

No dia 19 de Março, o Bispo Joseph Bonnemain, em Coira (Suíça), na sua sagração naquele dia, deu a Comunhão a três personalidades da igreja reformada.      

Chama a atenção a presença na Missa de três pessoas representantes das “periferias sociais”. Os três participantes que receberam a Comunhão foram: Rita Famos, presidente da igreja reformada suíça, Michel Müller, presidente do conselho da igreja reformada de Zurique, Mario Fehr, membro do governo do Cantão de Zurique. Não são conhecidos por acreditar no Sacramento. No fim, o sacerdote inclinou-se para receber a bênção da assembleia.         

O Papa Francisco nomeou, em Fevereiro, Bispo de Coira (Chur, a capital do Cantão dos Grisões, na Suíça oriental) o sacerdote espanhol Joseph M. Bonnemain, membro do Opus Dei. Até então, era o Vigário Judicial da diocese. Aos 73 anos e meio, o Prelado sucede a Vitus Huonder, cuja renúncia foi aceite em 2019. 

A diocese mantém o privilégio de veto na nomeação de bispos desde os tempos de Pio XII e, ao contrário de outras dioceses, é a Santa Sé que propõe três candidatos e eles elegem um. Bonnemain era o único candidato local da terna e deve apresentar a sua renúncia em menos de dois anos. A diocese mantém tensões internas desde a renúncia de Mons. Hounder.          

Adaptado de InfoCatólica.com

Publicar um comentário

0 Comentários