quarta-feira, 16 de setembro de 2020

Oração para a hora presente



O portal Dies Iræ disponibiliza aos seus leitores uma oração escrita pelos seus Administradores e que, após atenta análise, foi recomendada por Mons. Athanasius Schneider e por Mons. Carlo Maria Viganò. Os interessados em contribuir para a impressão de pagelas com a oração, deverão contactar info@diesirae.pt.

Senhor Jesus, que dissestes a São Pedro, Príncipe dos Apóstolos, que «as portas do Abismo nada poderão» (Mt 16, 18) atentar contra a sacralidade da Vossa Santa Igreja Católica, Apostólica, Romana, pedimos-Vos, por intercessão da Santíssima Virgem Imaculada, Senhora do Rosário de Fátima, de quem somos escravos perpétuos, de São Miguel Arcanjo, Príncipe da Milícia Celeste, de São Luís Maria Grignion de Montfort, de São Pio X e de São Pio V, nossos especiais Protectores, que nos concedais as graças de que necessitamos, embora reconhecidos da nossa indignidade mas confiantes na Vossa Omnipotência, para que, sem conforto nem descanso, possamos empenhar-nos afincadamente no combate pela Fé completa, a Fé Católica, no único Deus verdadeiro. Nesta hora de trevas, em que é necessário escolher Deus ou o demónio, a Santa Igreja ou a apostasia, a Fidelidade ao Magistério ou a heresia declarada que assolou parte do Corpo Místico de Cristo, o Céu ou o inferno eternos, suplicamos a especial intervenção dos Vossos Santos Anjos, em particular do Anjo de Portugal e do nosso Anjo da Guarda, para travarmos e vencermos, unicamente por amor de Vós e exaltação da Santa Madre Igreja, esta Cruzada. Acelerai, Senhor, a vinda do Reino de Maria e o triunfo do Seu Imaculado Coração, como prometido em Fátima, para que, depois de conduzidos à Vossa presença no Juízo que nos espera, possamos gozar, se for unicamente da Vossa vontade, da visão beatífica de Deus! 

Maria, medianeira de todas as graças, rogai por nós!  
São Miguel Arcanjo, rogai por nós!  
São Luís Maria Grignion de Montfort, rogai por nós!   
São Pio X, rogai por nós!          
São Pio V, rogai por nós!          

Recomendada por Mons. Athanasius Schneider e por Mons. Carlo Maria Viganò

Sem comentários:

Publicar um comentário

«Tudo me é permitido, mas nem tudo é conveniente» (cf. 1Cor 6, 12).
Para esclarecimentos e comentários, queira contactar: info@diesirae.pt