sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

A penitência de S. Nilo de Ancira



Antes da sua conversão, S. Nilo, amigo e discípulo de S. João Crisóstomo, pecara contra a santa pureza. Após a sua conversão, conta-se, não voltou a comer carne, nem a beber vinho ou qualquer outra bebida alcoólica. Comia apenas legumes e frutas e só bebia água. Também renunciou à sua cama macia e dormia em cima de tábuas. A mortificação de Nilo, por ser perseverante e sincera, ajudou-o a nunca mais cair nas faltas de outrora. Explicam os grandes mestres espirituais que o consumo de muita carne torna o homem sensual e, por isso, propenso ao pecado; já o vinho, por sua vez, e todas as bebidas alcoólicas são a causa de graves tentações e impurezas. O exemplo de S. Nilo de Ancira deve incentivar-nos a vivermos uma vida de grande penitência e de reparação pelas faltas cometidas pelos excessos na alimentação.

Sem comentários:

Publicar um comentário

«Tudo me é permitido, mas nem tudo é conveniente» (cf. 1Cor 6, 12).
Para esclarecimentos e comentários, queira contactar: info@diesirae.pt