sábado, 17 de novembro de 2018

Pecado que brada aos Céus



“Todas as escolas públicas escocesas receberão apoio para ensinar a igualdade e a inclusão da comunidade LGBTI” a diferentes grupos de idade e conteúdos agrupados por vários temas, que “incluirão terminologia e identidades LGBTI, abordando a homofobia, a bifobia e transfobia, preconceitos em relação à comunidade LGBTI, e promovendo a consciencialização sobre a história dos direitos e dos movimentos LGBTI”.        

Agora, o governo deverá estabelecer os prazos e os métodos de implementação das modificações na SER. John Swinny, Vice-Primeiro-Ministro da Escócia, disse que “a Escócia já se considera um dos países mais progressistas da Europa para a igualdade LGBTI”.   

De acordo com informações oficiais, as recomendações do grupo de trabalho de educação inclusiva LGBTI incluem melhorar a inclusão da comunidade “sexodiversa”, melhorar a prática e a orientação para docentes, outorgar a formação profissional para actuais e futuros docentes e monitorizações e inspecções escolares de inclusão LGBTI”.
           
[Fonte: Catapulta]
_______________________

ACTO DE REPARAÇÃO AO SACRATÍSSIMO CORAÇÃO DE JESUS

Dulcíssimo Jesus, cuja infinita caridade para com os homens é por eles tão ingratamente correspondida com esquecimentos, friezas e desprezos, eis-nos aqui prostrados na Vossa presença, para Vos desagravarmos, com especiais homenagens, da insensibilidade tão insensata e das nefastas injúrias com que é de toda parte alvejado o Vosso amorosíssimo coração.           

Reconhecendo, porém, com a mais profunda dor, que também nós mais de uma vez cometemos as mesmas indignidades, para nós, em primeiro lugar, imploramos a Vossa misericórdia, prontos a expiar não só as próprias culpas, senão também as daqueles que, errando longe do caminho da salvação, ou se obstinam na sua infidelidade, não Vos querendo como pastor e guia, ou, conculcando as promessas do baptismo, sacudiram o suavíssimo jugo da Vossa santa lei.          

De todos estes tão deploráveis crimes, Senhor, queremos nós hoje desagravar-Vos, mais particularmente da licença dos costumes e imodéstia no vestir, de tantos laços de corrupção armados à inocência, da violação dos dias santificados, das execrandas blasfémias contra Vós e Vossos Santos, dos insultos ao Vosso Vigário e a todo o Vosso clero, do desprezo e das horrendas e sacrílegas profanações do Sacramento do divino amor e, enfim, dos atentados e rebeldias das nações contra os direitos e o Magistério da Vossa Igreja. Oh! Se pudéssemos lavar com o próprio sangue tantas iniquidades!    

Entretanto, para reparar a honra divina ultrajada, Vos oferecemos, juntamente com os merecimentos da Virgem Mãe, de todos os santos e almas piedosas, aquela infinita satisfação, que Vós oferecestes ao eterno Pai sobre a cruz, e que não cessais de renovar todos os dias sobre os nossos altares.          

Ajudai-nos Senhor, com o auxílio da Vossa graça, para que possamos, como é nosso firme propósito, com a vivência da fé, com a pureza dos costumes, com a fiel observância da lei e caridade evangélicas, reparar todos os pecados cometidos por nós e pelo nosso próximo, impedir, por todos os meios, novas injúrias da Vossa divina Majestade e atrair ao Vosso serviço o maior número de almas possíveis.           

Recebei, ó benigníssimo Jesus, pelas mãos de Maria, santíssima reparadora, a espontânea homenagem deste nosso desagravo, e concedei-nos a grande graça de perseverarmos constantes, até à morte, no fiel cumprimento dos nossos deveres e no Vosso santo serviço, para que possamos chegar todos à pátria bem-aventurada, onde Vós, com o Pai e o Espírito Santo, viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Ámen.   

Sem comentários:

Publicar um comentário

«Tudo me é permitido, mas nem tudo é conveniente» (cf. 1Cor 6, 12).
Para esclarecimentos e comentários, queira contactar: info@diesirae.pt