sexta-feira, 16 de novembro de 2018

A hora da intransigência



Esta é a hora da intransigência, esta é a hora de falar a linguagem que Cristo nos recomenda no Sermão da Montanha: sim, sim; não, não. Esta é a hora da obstinação invencível, da constância persistente, da fidelidade contínua. É certo, não temos a força do número, não temos a força do dinheiro, não temos a força das armas, não temos a força das lojas [maçónicas], nem dos poderes ocultos, mas temos a força de Cristo, na forma em que essa irradie em nós e Cristo viva em nós mais que nós mesmos, nessa mesma medida seremos invencíveis, mesmo na derrota, porque, depois de tudo, este é um lugar de passagem, de prova e de testemunho e o importante é que sejamos capazes de ser, até à morte, e, sobretudo, na hora da morte, testemunhas da verdade.   

Jordán Bruno Genta, Mártir de Cristo Rei

Sem comentários:

Publicar um comentário

«Tudo me é permitido, mas nem tudo é conveniente» (cf. 1Cor 6, 12).
Para esclarecimentos e comentários, queira contactar: info@diesirae.pt