domingo, 19 de abril de 2020

Prelado alemão insinua que Deus abençoa as parelhas homossexuais fiéis



«Se uma parelha homossexual vive a fidelidade, não podemos dizer que a sua relação é abençoada por Deus?», pergunta Georg Bätzing, bispo de Limburg e presidente da Conferência Episcopal Alemã, numa entrevista ao Frankfurter Algemeine.   

O “caminho sinodal” alemão prossegue, com ou sem pandemia, numa perigosa direcção até romper com a Tradição da Igreja, como insinuam as declarações do presidente da Conferência Episcopal Alemã numa entrevista, ao Frankfurter Algemeine Zeitung, em que tocou quase todas as varas.    

«Hoje, muita gente capta a mensagem de que a Igreja permanece apegada a uma visão proibitiva no que respeita à sexualidade», declara Bätzing. «Muitas vezes, os jovens querem aproximar-se da Igreja, mas consideram [...] que o discurso está desactualizado». Para Bätzing, tal torna necessário «superar essa lacuna», embora, acrescenta, «sem desenvolver uma doutrina completamente nova». 

Obviamente, no centro deste problema estão às relações homossexuais. «Durante muito tempo, na teologia moral dissemos que, se se trata de um amor verdadeiro em que se vive o compromisso e a fidelidade, devemos reconhecê-lo», explica, enfatizando que «se as pessoas decidem por si mesmas como vivem, não poderíamos dizer-lhes que a sua relação é abençoada por Deus?». 

Carlos Esteban    

2 comentários:

  1. Deus ...!
    Acolher? Sim! Concordar? Não!

    ResponderEliminar
  2. O bispo actual de Limburg (Alemanha) é profundamente incompetente, mentiroso e falso. Ele não defende o que DEUS quere, mas o que a esquerda porca, corrupta, fascista deseja: destruir a fé católica, o inimigo mais perigoso de toda a esquerda.

    O bispo anterior a este, era contra o casamento de perversos e CONTRA a matança de bebés na véspera do nascimento. O bispo anterior era EXCELENTE e muito bom.

    Correram com ele, através de mentiras, calúnias, intrigas altamente criminosas. Em conjunto com os jornais alemães da esquerda porca e criminosa atiraram-se sobre ele, durante muitas semanas, até encontrarem o cisco no olho do bispo, SEM PERDOAR, sem perdão. Era tudo mentira, mas a intriga passou.

    Houve bispos, que faziam, fizeram muito, muito pior, do que esse bispo honesto e defensor dos valores cristãos augustos. Mas como esses bispos são a favor da perversidade, decadência e a matança de bebés, da eutanásia, etc., ninguém da esquerda os ataca.

    E o bispo de Limburg anterior a este cobarde e traidor dos valores cristãos, era contra a democracia dentro da igreja. Quem manda é o bispo e mais ninguém. Um outro horror para a esquerda fascista e profundamente porca. Porque é a esquerda e os porcos da maçonaria, a igreja do diabo, que quer ter mais influência dentro da igreja, para a destruir.

    A melhor coisa era dar um pontapé na parte traseira deste bispo falso e correr com ele. A diocese de Limburg é hoje um ninho de corruptos e traidores a fé augusta cristã. Todos os cristãos deviam-se distanciar deste bispo parvo e doente e exigir a demissão dele. Em princípio. Mas os jornais da esquerda porca protegem-o. O fim para este bispo não será risonho. Isto é absolutamente certo, se ele não corrigir o grande pecado dele.

    Eu só tenho desprezo para este homem, sem qualquer carácter. Ele é uma vergonha. E quem quer ser perverso e homosexual tem a obrigação de deixar imediatamente a igreja católica. Não há lugar para esses grandes pecadores. Foram eles, que sujaram o nome da Igreja Católica. 95 por cento de todos os abusos sexuais foram praticados por esses perversos. E se eles não se querem arrepender e mudar, então que pratiquem tudo FORA da Igreja. Eles pagarão caro os pecados graves deles, um dia. O culto da morte não tem sítio nenhum dentra da Igreja.

    ResponderEliminar

«Tudo me é permitido, mas nem tudo é conveniente» (cf. 1Cor 6, 12).
Para esclarecimentos e comentários, queira contactar: info@diesirae.pt