sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

Ajudai-nos a sofrer por amor de Vós, Senhor!



Compreendeis o que vos fiz? (Jo 13, 12). Senhor, eu sei quanto fizestes e padecestes por meu amor, e Vós sabeis que até agora nada fiz por Vós. Meu Jesus, ajudai-me a sofrer qualquer coisa por amor de Vós, antes de me atingir a morte. Envergonho-me de aparecer diante de Vós, mas não quero ser mais aquele ingrato que tenho sido para conVosco há tantos anos. Vós Vos privastes de todo o prazer por mim; eu renuncio, por Vosso amor, a todos os prazeres dos sentidos. Vós sofrestes tantas dores por mim, eu quero sofrer, por Vós, todas as penas da minha vida e da minha morte. Vós fostes abandonado e eu consinto em ser abandonado por todos, para que Vós não me abandoneis, ó meu único e sumo bem. Vós fostes perseguido e eu aceito toda a sorte de perseguições. Vós, finalmente, morrestes por mim e eu quero morrer por Vós. Ah, meu Deus, meu tesouro, meu amor, meu tudo, eu Vos amo, dai-me mais amor.  

Sto. Afonso Maria de Ligório, in A Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo   

Sem comentários:

Publicar um comentário

«Tudo me é permitido, mas nem tudo é conveniente» (cf. 1Cor 6, 12).
Para esclarecimentos e comentários, queira contactar: info@diesirae.pt