quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Uma questão pastoral?




É uma questão de bom senso: porque é que se há-de criar um problema se as pessoas que pedem o rito [a Missa Tradicional] procedem de paróquias diferentes? Se se juntam e pedem uma Missa, convertem-se em grupo estável, mesmo que não se conhecessem antes. E também o número é questão de boa vontade. Em algumas paróquias, especialmente no campo, nos dias de trabalho, as pessoas que participam na Missa ordinária são três ou quatro, e o mesmo se passa em não poucas casas religiosas. Porque é que se estas mesmas três pessoas pedem a Missa antiga há-de ser pastoralmente necessário recusá-la?             

Cardeal Darío Castrillón Hoyos (2018), Revista Iesu, Maio de 2008

________________
N.B.: Gostava de ter a Missa Tradicional na sua Diocese? Contacte-nos: diesiraept@gmail.com.

Sem comentários:

Publicar um comentário

«Tudo me é permitido, mas nem tudo é conveniente» (cf. 1Cor 6, 12).
Para esclarecimentos e comentários, queira contactar: info@diesirae.pt