domingo, 6 de janeiro de 2019

Bênção da casa na Epifania



Por ocasião da Solenidade da Epifania, havia, no antigo Ritual Romano, o louvável costume de abençoar ouro, incenso, mirra e giz, bem como a casa dos fiéis. No Ritual da Bênção, marcava-se, por cima da porta de casa, do lado exterior, a seguinte inscrição, com giz abençoado:              

+

20 * C+M+B 19

O 20 e o 19 representam 2019, o ano em que nos encontramos. O “C+M+B” representam “Christus Mansionem Benedicat” – Cristo Abençoe esta Casa – e cada letra é intercalada com uma cruz que representa Jesus, Maria e José – e a estrela, que lembra a que guiou os Magos. A sigla CMB também era entendida como representando os três Reis Magos, sendo que Gaspar é também escrito Caspare, interpretado como uma forma de receber os Magos em nossa casa.
Tradicionalmente, esta inscrição deve permanecer até ao Pentecostes. Para isso, o Ritual Romano prevê uma bênção do giz.                       

Benedictio cretae in Festo Epiphaniae      
V/ Adjutorium nostrum in nomine Domini. 
R/ Qui fecit caelum et terram.          
V/ Dominus vobiscum.         
R/ Et cum spiritu tuo.

Bene + dic, Domine Deus, creaturam istam cretae: ut sit salutaris humano generi; et praesta per invocationem nominis tui sanctissimi, ut, quicumque ex ea sumpserint, vel in ea in domus suae portis scripserint nomina sanctorum tuorum Gasparis, Melchioris et Baltassar, per eorum intercessionem et merita, corporis sanitatem, et animae tutelam percipiant. Per Christum Dominum nostrum. R/ Amen. (Et aspergatur aqua benedicta) 

_______

Bênção do giz 
na Festa da Epifania          

V/ A nossa protecção está no nome do Senhor.       

R/ Que fez o céu e a terra.    
V/ O Senhor esteja convosco.           
R/ Ele está no meio de nós.   

Aben + çoai, Senhor Deus, este giz, criatura vossa, a fim de que tenha um efeito salutar para o género humano, e concedei, pela invocação do Vosso Santíssimo Nome, que todos aqueles que o usarem ou com ele escreverem sobre a porta de suas casas os nomes dos vossos santos Gaspar, Melchior e Baltasar, pela sua intercessão e seus méritos, recebam a saúde do corpo e a protecção para a alma. Por Cristo, nosso Senhor. R/ Ámen. 
(Asperge-se água benta)

Sem comentários:

Publicar um comentário

«Tudo me é permitido, mas nem tudo é conveniente» (cf. 1Cor 6, 12).
Para esclarecimentos e comentários, queira contactar: info@diesirae.pt