quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Comunicado da Casa Geral da FSSPX


Comunicado da Casa Geral da Fraternidade de São Pio X sobre o encontro
entre o Cardeal Ladaria e o Padre Pagliarani

Na quinta-feira, 22 de Novembro de 2018, o Pe. Davide Pagliarani, Superior Geral da Fraternidade Sacerdotal de São Pio X, esteve em Roma, convidado pelo Cardeal Luís Ladaria Ferrer, Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé. Foi acompanhado pelo Pe. Emmanuel du Chalard, enquanto que o Cardeal Luís Ladaria Ferrer esteve acompanhado por D. Guido Pozzo, Secretário da Pontifícia Comissão “Ecclesia Dei”.   

A reunião teve lugar nos escritórios da Congregação para a Doutrina da Fé, entre as 16h30 e as 18h30. Teve por finalidade permitir ao Cardeal Ladaria e ao Pe. Pagliarani encontrar-se pela primeira vez e avaliar o estado das relações entre a Santa Sé e a Fraternidade de São Pio X, desde a eleição do seu novo Superior Geral, em Julho passado.         

Durante a reunião com as autoridades romanas, recordou-se que o problema de fundo é propriamente doutrinal, e que nem a Fraternidade nem Roma podem eludi-lo. E, por causa desta divergência doutrinal irredutível, nenhuma das tentativas de desenvolver um projecto de declaração doutrinária aceitável para ambas as partes tem sido bem-sucedida ao longo destes sete anos. Por isso, a questão doutrinal permanece absolutamente primordial.

A Santa Sé declara o mesmo quando afirma solenemente que o estabelecimento de um estatuto jurídico para a Fraternidade só pode ser feito após a assinatura de um documento de carácter doutrinal.           

Tudo conduz, pois, a Fraternidade a retomar a discussão teológica, consciente de que Deus não pede necessariamente que convença os seus interlocutores, mas que dê, diante da Igreja, o testemunho incondicional da fé.           

O futuro da Fraternidade está nas mãos da Providência e da Santíssima Virgem, como prova toda a sua história, desde a sua fundação até ao presente.         

Os membros da Fraternidade apenas desejam servir a Igreja e cooperar eficazmente para a sua regeneração, até dar as suas vidas pelo seu triunfo, se necessário. Mas não lhes compete escolher o modo, nem os termos, nem o momento daquilo que pertence só a Deus.       

Menzingen, 23 de Novembro de 2018

Sem comentários:

Publicar um comentário

«Tudo me é permitido, mas nem tudo é conveniente» (cf. 1Cor 6, 12).
Para esclarecimentos e comentários, queira contactar: info@diesirae.pt